RioZoo, Instituto Conhecer Para Conservar e Refauna participam de reintrodução de espécies extintas no Parque Nacional da Tijuca

Há mais de 200 anos extinta na cidade do Rio de Janeiro, a arara-canindé e o jabuti amarelo vão ser reintroduzidos no Parque Nacional da Tijuca em uma parceria do Projeto Refauna, RioZoo e o Instituto Conhecer Para Conservar.

 

A previsão é de que 20 araras e jabutis voltem à floresta urbana. Essa é uma continuação do projeto Refauna que vem sendo desenvolvido desde 2010 em parceria com a UFRJ e já reintroduziu macacos bugios e cutias na área de conservação ambiental. Parte das espécies do processo de reintrodução vão ser doados pelo Zoológico do Rio de Janeiro e a outra virá de apreensões de animais silvestres sendo vendidos de forma ilegal.

 

O processo histórico da Floresta da Tijuca de desmatamento devido a grandes plantações e extração de madeira, principalmente durante os séculos XVII e XVIII, deixou rastros históricos de impacto ambiental que tentam ser sanados com iniciativas como esta do projeto Refauna.