Mais animais na natureza!

Você sabia que o Grupo Cataratas, através do Instituto Conhecer Para Conservar, desempenha um papel fundamental na conservação de espécies em extinção? Um exemplo disso é o projeto Refauna, que é responsável por reintroduzir espécies nativas em áreas de conservação no Rio de Janeiro, restaurando a fauna e interações ecológicas desses lugares.

A soltura das antas começou em 2017 na Reserva Ecológica de Guapiaçu e no Parque Estadual dos Três Picos (Inea).Desde então, foram reintroduzidos mais de 20 animais contando antas e cutias! E, para integrar esse grupo, temos uma novidade para você! Continue aqui com a gente 👇🏽

Novidade para o Refauna!

Conseguimos reintroduzir um casal de antas (Tapirus terrestris) na Reserva Ecológica de Guapiaçu, em Cachoeiras de Macacu, região metropolitana no Rio! A ação marca o início da “Década da Restauração”, declarada na Assembleia Geral da ONU este ano. Jorge e Magali, como são chamados, nasceram no RioZoo e foram para a floresta onde estão as antas também reintroduzidas pelo Refauna. De acordo com pesquisadores, a espécie estava extinta na natureza na região desde 1914.

Fernando Sousa, Diretor Institucional e Sustentabilidade do Grupo Cataratas, ressalta a importância do trabalho realizado pelo grupo na conservação de espécies nativas:

“Isso é só o início de um amplo programa de pesquisa e conservação que o Grupo Cataratas está elaborando para contribuir com a Década da Restauração em parceria com a ONU Meio Ambiente. Frente a grande perda de biodiversidade prevista para os próximos anos não bastam mais somente ações de mitigação, é preciso uma frente ampla e consistente da sociedade para restaurarmos ecossistemas.”

 


O Grupo Cataratas é a maior concessionária de Turismo Sustentável do Brasil, e atuamos na administração dos parques: EcoNoronha, em Fernando de Noronha, Cataratas do Iguaçu e Marco das Três Fronteiras, em Foz do Iguaçu, Paineiras CorcovadoAquaRio e RioZoo, no Rio de Janeiro.