Lançamento de pesquisa inédita no Fórum de Conservação Integrada da Onça-pintada!

Ela é o maior felino das Américas e está criticamente ameaçada de extinção. A Onça-pintada (Panthera onca) é considerada o símbolo da biodiversidade brasileira e, na data destinada a ela, — 29 de novembro — especialistas de todo o país e nosso time de pesquisadores se encontrarão, em Foz do Iguaçu, no I Fórum de Conservação Integrada da Onça-pintada, para discutir ações que vêm sendo desenvolvidas em prol da conservação e pesquisa desta espécie.

O Fórum aconteceu no Parque Nacional do Iguaçu, no Paraná, realizado pelo Grupo Cataratas, Instituto Conhecer para Conservar e Zoológico do Rio, em parceria com a Associação de Zoológicos e Aquários do Brasil (AZAB) e o ICMBio. Os cientistas que participaram do evento apresentaram de forma inédita um panorama do que tem sido realizado para a conservação da espécie, ressaltando aspectos relevantes como sua genética e reprodução, além de discutirem os próximos passos a serem dados de maneira integrada.

Durante o evento lançamos nosso projeto de pesquisa sobre o mapeamento genético das onças-pintadas ex situ no Brasil, um estudo inovador com o uso de biotecnologia para a conservação. Os resultados trarão dados essenciais para o desenvolvimento de projetos futuros com reprodução e reintrodução dessa importante espécie que hoje está ameaçada de extinção.

Além da pesquisa, também apresentamos as ações que contribuem para os trabalhos de conservação da onça-pintada no Parque Nacional do Iguaçu. Os visitantes do Parque Nacional do Iguaçu que adquirem a nova linha de camisetas Onças do Iguaçu ou a cerveja Jaguaretê colaboram para a conservação do felino. Parte do valor da venda desses produtos é repassada ao Projeto Onças do Iguaçu. Nos últimos dois anos, a venda de produtos contribuiu para a aquisição de armadilhas fotográficas, antenas, entre outros equipamentos que auxiliam o trabalho dos pesquisadores.

Para Fernando Sousa, nosso Diretor Institucional e de Sustentabilidade, o fórum é um exemplo concreto para mostrar um pouco mais do nosso trabalho. “Queremos sempre gerar impacto positivo e deixar legado, por meio da divulgação científica e parcerias institucionais. Queremos ser protagonistas na conservação de espécies ameaçadas e no desenvolvimento sustentável da sociedade.”

O evento contou com painéis de instituições, como Zoológico do Rio (RioZoo), ICMBio, Associação de Zoológicos e Aquários do Brasil (AZAB), Associação Mata Ciliar, Projeto Onças do Iguaçu, REPROCON, CENAP, USP, entre outras.

Neste dia, houve também o lançamento do Studbook nacional da onça-pintada para gestão de espécies sob cuidados humanos, dos veterinários Cristina Harumi Adani (Studbook Keeper da onça-pintada no Brasil) e Jean Carlos Ramos Silva.

 

E nossas ações não pararam por aí! Acreditamos na democratização da ciência e, durante o Fórum de Conservação Integrada da Onça-Pintada, que foi transmitido ao vivo pelo Instagram, lançamos o Portal Conhecer para Conservar, com o objetivo de falar de maneira descomplicada sobre ciência para todos. Na página fazemos o uso mapas, infográficos, ilustrações, vídeos e podcasts com a intenção de compartilhar conhecimento e provocar mudanças.

Acesse o Portal Conhecer para Conservar, navegue nessa aventura de descobertas com a gente.

 

PAINÉIS

  • “A importância do acordo de cooperação técnica AZAB/ ICMBio/MMA para a gestão de onças pintadas ex situ” — Ana Raquel Gomes Faria, Diretora de Conservação da AZAB;
  • “Os desafios na conservação ex situ das onças” — Rose Lilian Gasparini Morato, Analista Ambiental do CENAP—ICMBio (participação por Skype);
  • Histórico da manutenção ex situ no Brasil e lançamento do Studbook Nacional das Onças” — Cristina Harumi Adami, Studbook Keeper —AZAB Onças-pintadas e Associação Mata Ciliar;
  • Genômica de onças e seu papel para os programas de conservação integrada” — Eduardo Eizirik, Pesquisador-Membro do Instituto para Conservação dos carnívoros neotropicais (Prócarnívoros) e Membro do Conservation Genetics Specialist Group da IUCN (participação por Skype);
  • Reprodução assistida: uma ferramenta para reconexão das populações de onças e de conservação integrada” — Cristina Schilbach Pizzutto, da Universidade de São Paulo, e Gediendson Ribeiro de Araújo, do  REPROCON (Reproduction for Conservation);
  • Diretrizes da IUCN para manejo ex situ aplicado à conservação” — Yara Barros, Coordenadora executiva do Projeto Onças do Iguaçu;
  • Projeto Onças do Iguaçu” — Ivan Baptiston, Chefe do Parque Nacional do Iguaçu-ICMBio e Yara Barros, Coordenadora executiva do Projeto Onças do Iguaçu;
  • Ações de conservação integrada para onças-pintadas” — Carlos Eduardo Verona, Gerente técnico do Jardim Zoológico do Rio de Janeiro (Grupo Cataratas)

 


 

O Grupo Cataratas é a maior concessionária de Turismo Sustentável do Brasil, e atuamos na administração dos parques: EcoNoronha, em Fernando de Noronha, Cataratas do Iguaçu e Marco das Três Fronteiras, em Foz do Iguaçu, Paineiras CorcovadoAquaRio e RioZoo, no Rio de Janeiro.

Deixe seu comentário

Talvez você também curta: